Afinal, existe uma maneira simples de decifrar o que seu cliente deseja?

Afinal, existe uma maneira simples de decifrar o que seu cliente deseja?

Para os profissionais do segmento criativo, acertar em cheio o desejo do cliente é uma das principais dificuldades. Seja porque o contratante não tem um conhecimento dos melhores recursos para o projeto (impossibilitando a realização da sua ideia ao pé da letra), seja por dificuldades de comunicar o que se pensa, muitas vezes o cliente dificulta para o profissional a compreensão do que é realmente esperado.

O GIF bem humorado mostra uma animação de um cliente sentado em frente ao seu computador socando sua tela e acertando o rosto do designer trabalhando em seu computador do outro lado.
Designer and Client por DeeKay

E as consequências deste problema corriqueiro podem ser desastrosas. Afinal de contas, se você trabalha no segmento, certamente já teve que se dedicar a retrabalhos que poderiam ter sido evitados. Pensando nisso, elaboramos este post para te ajudar a descobrir se existe uma maneira simples de decifrar o que seu cliente deseja. Veja a seguir!

Torne-se um especialista em briefing

Muitos designers e videomakers têm certa preguiça de se dedicar ao briefing. E nem vamos falar da dificuldade que alguns clientes têm em fornecer informações completas para ele. Mas, o fato é que o briefing é um documento importantíssimo para você compreender qual é a visão do seu cliente.

A imagem mostra um grupo trabalhando em um briefing, um importante elemento para decifrar o que seu cliente deseja.
Seja um especialista em briefings e facilite seu workflow!

Por isso, aposte em desenvolver um briefing sob medida para cada projeto. Você pode até manter um modelo padrão para ganhar tempo, mas investir em adicionar perguntas mais relevantes, ou tirar aquelas que não agregam muito à tarefa, é essencial para obter informações concisas e eficientes.

Sonde desde os objetivos com a produção da peça até o histórico da empresa ou do cliente. Peça para ver algumas peças que já foram produzidas e aprovadas, mesmo que sejam de um departamento diferente. Isso vai te ajudar a compreender o que se passa na cabeça do contratante.

Conduza o preenchimento do Briefing

Uma excelente forma de driblar a preguiça que alguns clientes têm de preencher o briefing direitinho é conduzi-lo você mesmo. Por isso, preencha os campos como se fosse uma entrevista.

Isso, inclusive, vai abrir espaço para você ter novas dúvidas acerca do projeto e saná-las imediatamente, aumentando suas chances de aprovação na primeira entrega!

Utilize referências

As referências são um importante recurso para os profissionais criativos. Você pode pedir ao seu cliente que lhe envie amostras de materiais semelhantes que ele gosta, detalhando os pontos positivos e como ele acha que poderiam ser usados em favor do projeto em questão.

Você também pode, antes de criar a peça, selecionar alguns materiais que você acredita se enquadrarem na visão que o cliente tem para o projeto. Para isso, usar ferramentas como a PixelHopp pode te ajudar bastante.

A imagem mostra um grupo de designers trabalhando juntos, buscando referências.
Utilize referências e assets em seu workflow.

Com acesso a uma grande diversidade de assets criativos, você pode selecionar alguns para testar junto ao seu cliente, tanto em termos de conceito quanto de estética. Caso seja aprovado as suas referências, você ainda vai poupar tempo de produção por ter acesso facilitado aos arquivos editáveis, o que vai tornar sua rotina produtiva muito mais rentável.

Não perca tempo tentando decifrar o que seu cliente deseja. Se você quer ter acesso a um grande banco de assets criativos, inscreva-se agora! Você já ganha R$ 10,00 para utilizar na plataforma e pode faturar até mais R$ 255,00.

ganhe_10
PixelHopp é um marketplace criativo inaugurando em breve! Tenha acesso a milhares de assets criativos como Fonts, Mockups, Trilhas Sonoras, SoundFX e muito mais a preços nacionais!